(+18) A descoberta da feminilidade no ensaio fotográfico do brasileiro Marlon de Paula

1900_39575eab-1abb-4291-8138-19032dd8e81f 1900_12f3dddc-5326-4212-8d26-a0afd6705660

O fotógrafo mineiro Marlon de Paula é o responsável por esse belíssimo ensaio fotográfico nomeado [Descoberta]. Seu trabalho reflete sobre a relação entre o feminino e o impacto da ditadura do corpo na sociedade. São fotografias preto e branco bucólicas que procuram resgatar o contato da mulher com a natureza e a sua própria feminilidade através de uma linguagem poética, mística e erótica.

Read More →

Quando a música clássica encontra os passinhos de dança do pop

012 Bclassic-1

A música clássica não necessariamente precisa ser monótona, estática ou séria. E isto é o que pretende provar o pessoal que está organizando o B-Classic, um festival de música clássica na Bélgica. A ideia deles consiste em renovar o conceito visual desse estilo de música com a intenção de atrair audiências mais jovens. O clássico também pode ser pop. Assim nasceu o vídeo The Classical Comeback, em que cinco asiáticas dançam passos de pop R&B embaladas pela Sinfonia No. 9 Allegro con Fuoco, do compositor tchecoslovaco Dvořák. Uma combinação divertida entre a emoção e erudição da música clássica e a produção pop contemporânea.

 Dá pra participar enviando vídeos caseiros com essa mesma proposta. Se alguém se animar, este é o site do festival.

Inhuman Anatomy, anatomia de cartoon

d1a1996e00265b3fe4207a8db423ace6 7d8226462827248815e65fc87df20955

O ilustrador italiano Alessandro Conti criou essa série de ilustrações figurando cartoons em cortes anatômicos chamada Inhuman Anatomy. São desenhos estranhos, bizarros e, às vezes, nojentos, mas confesso que fiquei muito ansioso para ver mais deles.

Read More →

As intervenções urbanas digitais do brasileiro Luiz Henrique Rodrigues

rio_monster
13.surf

Quando a gente vê essas intervenções digitais do brasileiro Luiz Henrique Rodrigues fica fácil perceber que ele se diverte bastante durante todo o processo de criação. Luiz é um ilustrador paulista trabalhando em uma agência de animação e, segundo ele, “com uma minima noção de fotografia”. As ilustrações surgem durante passeios por espaços urbanos, onde ele saca o seu celular e tira uma foto sempre que alguma nova ideia vem a cabeça. Depois, em casa, ele trabalha com programas de desenho e edição de imagem para criar um clima que combine com a ideia inicial.

“Em algumas delas eu estou andando na rua e bato o olho em algum lugar ou objeto e me vem a inspiração. Nem sempre a ideia é muito clara na hora, mas eu tiro a foto mesmo assim e depois resolvo o que fazer. Muitas vezes eu sentei para criar já decidido, mas no meio do processo acaba virando algo totalmente diferente. Outras vezes eu tenho ideias vendo referências, filmes, serie… e saio procurando algo que me de a possibilidade de transformar essa ideia em uma ilustra.”

Read More →

Wish I Was Here, o novo filme do Zach Braff é independente

zachbraff-3wish_i_was_here_-_h_-_201485f3d3a0-4a6b-0131-9c66-62e92e6cda2e

Wish I Was Here é o novo filme do Zach Braff. Lembre agora que ele dirigiu o aclamado Garden State lá em 2004 e depois dele nada, nadinha, nunca mais. É claro que se você der play no trailer aí em baixo você vai ficar com vontade de ver pois, assim como Garden State, este parece ter um roteiro incrível, fotografia inteligente, diálogos interessantes e trilha sonora da boa. Mas existem motivos mais importantes para você colocá-lo entre os filmes que você quer ver esse ano.

Wish I Was Here é um filme grande, com atores competentes, locações caras, etc., e, contudo, completamente independente. Quem pagou pra que Wish I Was Here fosse realizado foram eles, os fãs. Tudo começou ano passado quando o Zach Braff publicou um vídeo todo sapeca em um perfil no Kickstarter pedindo a ajuda das pessoas para arrecadar 2 milhões de dólares. Ele queria fazer um filme por conta própria, sem a mão capitalista da indústria do cinema no roteiro, na edição final e decisões criativas do processo. Deu certo, até agora o projeto já arrecadou $3.105.473.

No filme, Zach vive Aidan Bloom, um ator, pai e marido, que com 35 anos ainda sonha em encontrar sua identidade ou um propósito para sua vida. Ele e a esposa não tem muita grana e as relações entre os personagens fica ainda mais complicada devido a personalidade sonhadora de Aidan, que deseja ser um grande e futurístico guerreiro espacial. O elenco conta ainda com Kate Hudson, Josh Gad, Mandy Patinkin, Jim Parsons, Donald Faison, Ashley Greene. Vai ser filmão!